Artigos
07/12/2018

Cuidados de enfermagem na coleta de sangue periférico para exames laboratoriais

Publicado por: Julio Gabriel



Material






Solicitação do exame, algodão com solução antisséptica, algodão seco, garrote, adesivo, frasco adequado para o tipo de coleta, seringa, agulha 25x7 ou 25x8 e luvas de procedimento. 



Técnica








Reunir o material, lavar as mãos, calçar as luvas, escolher o local de punção, realizar a antissepsia do local, na coleta venosa, garrotear o membro escolhido. Recomendam-se as veias do dorso da mão e do pé, além das veias: mediana, cefálica, basílica e jugular externa. 

Na coleta arterial, não é necessário garrotear, deve sentir a pulsação arterial, e é privativo do enfermeiro. Recomenda-se a artéria radial e a cubital, após a coleta comprimir o local com algodão seco até hemostasia completa. Na coleta arterial essa compressão deve ser por um minuto no mínimo e manter um curativo compressivo no local.






Organizar o material, retirar as luvas e lavar as mãos, registrar o procedimento e o volume de sangue coletado no prontuário do paciente. As complicações decorrentes da punção são os hematomas. 











  « Voltar